Sintomas de abstinência de maconha: manejo da ansiedade e da depressão durante a desintoxicação. ➜ 【novembro 2019】

Sintomas de abstinência de maconha: manejo da ansiedade e da depressão durante a desintoxicação.

Sintomas de abstinência de maconha: manejo da ansiedade e da depressão durante a desintoxicação.

Sintomas de abstinência de maconha: manejo da ansiedade e da depressão durante a desintoxicação.

A ansiedade e a depressão são, surpreendentemente, os sintomas mais comuns da abstinência de maconha. Por que a gente se torna ansiosa e deprimida depois de deixar a cannabis, e quais são os tratamentos naturais ou médicos que estão disponíveis capazes de ajudar você a reduzir ou eliminar o uso da maconha:

Sintomas de abstinência de maconha:

Dentre os principais sintomas durante o processo de desintoxicação da cannabis, estão a ansiedade e a depressão

Se você já achou que a maconha não é viciante, saiba que não está só. Mas se já fez alguma tentativa de parar de fumar ou já falou com pessoas que deixaram de usar maconha, sabe o quão difícil pode ser abandonar este vício. Mais da metade das pessoas que procuram ajuda médica para parar de fumar, ou o fazem por si mesmos, apresentam sintomas de ansiedade e depressão.

Por isso, é bom estar preparado para os sintomas da desintoxicação da erva, que pode variar de acordo com o tempo de uso e grau de dependência. Os sintomas de abstinência de maconha incluem alterações de humor, irritabilidade e nervosismo, comportamentos alterados como insônia e inquietação, doenças físicas, tais como náuseas e sudorese, e problemas psicológicos já citados como a depressão e ansiedade.

Como lidar com esses sintomas durante o processo de desintoxicação da maconha e tornar a vida um pouco menos difícil?

O que causa a ansiedade e a depressão durante a desintoxicação da maconha?

A maconha tem a reputação de ser uma droga, em grande medida, inofensiva e não aditiva, alguns usuários nem sequer consideram a maconha uma droga de fato.

Pesquisas tem demonstrado, porém, que a cannabis causa dependência com implicações clinicamente significativas. Isto se deve parcialmente ao fato de que a potência da maconha disponível atualmente é muito mais forte do que a décadas atrás.

Os sintomas de abstinência de maconha tendem a ser pior entre dois e seis dias depois de parar de fumar, e a maioria não mais de quatro dias a duas semanas.
O fato de que muitos usuários de cannabis combinam a erva com tabaco quando fumam, significa que uma parte significativa das pessoas que estão passando pela retirada da maconha irá passar pela diminuição significativa da nicotina ao mesmo tempo. A abstinência da nicotina está associada com muitos dos mesmos sintomas que você encontrar durante a desintoxicação da erva, o que significa que você pode estar lidando com um “duplo golpe”, fazendo este processo ser ainda mais difícil.
Por último, há evidências de que uma grande parte dos usuários de cannabis acaba  conscientemente voltando a maconha para aliviar os sintomas da depressão pré-existente ou transtornos de ansiedade (fobia social e a dependência da maconha são uma combinação especialmente frequente), ou tropeçou com maconha e, em seguida, começou a usá-lo como um meio para melhorar desempenho em vários aspectos.

Esses usuários de maconha podem achar que seus distúrbios preexistentes de depressão ou ansiedade voltam à cabeça uma vez que passam pela desintoxicação de cannabis.

Como se pode lidar e combater a ansiedade e a depressão durante a desintoxicação da maconha?

Você tem cerca de três diferentes opções à sua disposição. A primeira é tentar resistir, até que os seus sintomas de abstinência melhorem, já que temos conhecimento de que a maioria das pessoas se sente melhor após semanas depois que pararam de fumar, sem fazer nada em particular. A segunda é recorrer a métodos de autoajuda que irão ajudá-lo através de sua desintoxicação sem auxílio médico, e a terceira opção é procurar ajuda profissional para seus sintomas de abstinência de maconha.  Vejamos quais são as subdivisões dessas duas possíveis causas de lidar com esses sintomas de abstinência:

No que diz respeito a autoajuda para a ansiedade e a depressão durante a retirada da maconha, o exercício aeróbico moderado é uma forma surpreendentemente de lidar com os desejos da maconha que muitas pessoas experimentam quando estão passando pela desintoxicação. Também foi demonstrado que o exercício leva a uma diminuição dos sintomas de depressão e ansiedade, e talvez mais relevante para os antigos consumidores de cannabis em busca de sensações.
Tente começar a correr, aderir a um ginásio ou inscrever-se em um esporte de equipe, o exercício tem a vantagem de preencher seu tempo com outras atividades que não fumar maconha. O exercício deve fazer parte de todas as pessoas que estão tentando parar de fumar.

Experimente estes 2 exercícios de respiração para dormir melhor durante a desintoxicação:

Eercício 1:

Respiração profunda, diafragma e respiração pranayama ou respiração sadhana, uma outra maneira com o apoio da ciência para diminuir tanto a ansiedade como a depressão. Sente em uma posição de pernas cruzadas, inspire profundamente pela boca, para conter a respiração enquanto aperta sua garganta levemente como se estivesse a ponto de sussurrar, e, em seguida, expire suavemente.

Exercício 2:

Inale através de uma narina, enquanto mantém a outra fechada, apertando com o dedo, depois feche as duas narinas e exale pela narina que estava fechada, desta vez mantendo-a aberta e fechando a outra. Repita o exercício alternando as narinas.

Existem algumas medicações a base de ervas que ajudam a parar de fumar. A raiz de valeriana é um outro tratamento natural, que parece ideal para a desintoxicação de maconha, já que reduz os sintomas de ansiedade e depressão, assim como a insônia que também é um sintoma de abstinência da maconha. GABA (ácido gama-aminobutírico) é um aminoácido usado para o tratamento do abuso de substâncias e  da ansiedade que está disponível tanto como um tratamento farmacológico quanto como um suplemento em lojas especializadas.
Qualquer um desses remédios naturais para desintoxicação da maconha pode ser aconselhado pelo médico, mas não dispense a consulta antes de qualquer iniciativa com fármacos, mesmo que sejam suplementos naturais. Pode ser que o médico queira interagir esses suplementos com outros medicamentos.

Quem deve procurar ajuda profissional durante a abstinência da maconha, e quais opções estão disponíveis?

Pessoas que tenham tentado diversas vezes parar de fumar sem sucesso, e que suspeitam de uma depressão ou transtorno de ansiedade pré-existentes, ou seja, antes de começarem a fumar maconha, devem considerar seriamente a ajuda profissional.

É possível que um terapeuta lhe ofereça uma forma de terapia cognitiva comportamental especificamente dirigida às pessoas com problemas de abuso de substâncias, bem como medicamentos para os quais existem provas de que se dirigem tanto para a ansiedade e depressão quanto para a dependência da maconha, como o Buspirone.
Se você suspeita que já tinha um transtorno de ansiedade subjacente ou estava sofrendo de depressão antes de começar a usar a erva, e fumar maconha era a sua forma de automedicação deste transtorno, deve saber que você não está sozinho.

No lugar de experimentar os sintomas de abstinência da cannabis, pode estar vendo uma recorrência dos sintomas da sua depressão ou distúrbio de ansiedade pré-existente.
Muitas vezes, a melhor maneira de se livrar da ansiedade ou depressão é procurar um tratamento adequado, muitas vezes com uma combinação farmacológica e terapia.