Sensação de inchaço na garganta ➜ 【setembro 2019】

Sensação de inchaço na garganta

Sensação de inchaço na garganta

Sensação de inchaço na garganta

Não é incomum as pessoas que queixarem de uma sensação de grumos na garganta, mas de um modo geral essas sensações não representam alto risco. Porém, se esses “caroços” forem visíveis na garganta devem ser mais bem observados. Um exame na região do pescoço é indispensável para evitar problemas mais sérios.

   Atenção aos volumes na garganta!

Muitas vezes essas sensações podem ser causadas por  muita ansiedade. Porém, existem muitos outros motivo que ocasionam o surgimento deste incômodo.  Os pacientes apresentam  sempre grande preocupação de que este volume possa significar algo mais grave como  câncer, mas na realidade o câncer de garganta é extremamente raro, e inicialmente não apresentam muitos sintomas, como a maioria dos outros tipos de câncer.  Um médico saberá encaminhar o exame adequado para distinguir a causa benigna da maligna.

 

Possíveis causas:

Espasmo cricofaríngeo é um transtorno que geralmente se resolve sozinho. Acontece quando o músculo cricofaríngeo, ou esfíncter esofágico superior, ao invés de contrair e relaxar, como deveria, acaba produzindo um tipo de espasmo, o que gera ainda mais estresse e ansiedade. Outros sintomas relacionados a este transtorno são:

Sentir como se tivesse uma espécie de “bola” presa na garganta, o volume pode aparecer e desaparecer, dependendo do dia ou do momento do dia. Por exemplo, costumam desaparecer na parte da manhã e aparecer mais a tarde.

O estresse costuma piorar os sintomas.

Fica difícil engolir alimentos. Pode melhorar depois de semanas ou meses, mas quando a causa é previamente diagnosticada, pode melhorar rapidamente.

O refluxo gastroesofágico ou DRGE, é uma doença que ocorre devido o movimento recorrente de ácido do estômago no esôfago, provocando azia, refluxo e dor no peito. Quando o refluxo vai do estômago até a laringe, é chamado de refluxo laríngeo ou refluxo silencioso, pode causar sintomas de catarro, alteração na voz e um volume que se pode notar na garganta.

Distúrbios na tireoide são uma possível causa para este sintoma de caroços na garganta. A tireoide é uma pequena, mas importante glândula, que fica logo abaixo da pele e músculos na frente do pescoço. A tireoide regula a produção de vários hormônios, controla o metabolismo e o crescimento. Quando esta glândula é insuficiente, o distúrbio chama-se hipotireoidismo, causando uma sensação de inchaço na garganta. No caso do aumento da glândula de tireoide, o distúrbio chama-se hipertireoidismo, os nódulos e inflamação da glândula tiroide também provocam sensação de inchaço.

O exame, nesses casos, geralmente é físico, podendo ser realizado exame de sangue, uma biópsia ou um ultra-som.

O estresse emocional de pessoas que tem dificuldade de exprimir seus sentimentos, pode ser um dos problemas que causam essa sensação de inchaço na garganta, mesmo quando uma pessoa não possui problemas físicos, como é o caso de pessoas que apresentam problemas psicológicos como o transtorno de ansiedade generalizada (TAG), depressão e ataques de pânico.

Artrite no pescoço, conhecida também como espondilite cervical pode apresentar como sintoma um sentimento de inchaço na garganta devido à tensão muscular no pescoço e ao redor da laringe.

Outro motivo para esta sensação é o uso de medicamentos anti-hipertensivos como diuréticos, assim como antimuscarínicos, que são utilizados na cura para o intestino irritável, problemas urinários e outros problemas de ordem psiquiátrica. Isto ocorre devido um efeito de “secura” na garganta e contribui para uma sensação de inchaço.

Outras causas possíveis e menos frequentes são a laringite, ou inflamação na laringe, que pode ser de origem viral ou bacteriana e que inclui entre os sintomas mais comuns estão a rouquidão, perda de voz, tosse constante, dor na garganta, dificuldade para engolir e sensação de “nó” na garganta. Faringite, que é a inflamação da faringe e também podem ser viral ou bacteriana, os principais sintomas são a sensação de resfriado, corrimento nasal, febre, dor na garganta, vermelhidão e inchaço.