'Sintomas depois de perder sua virgindade': MITOS e VERDADES sobre a virgindade feminina ➜ 【junho 2018】

‘Sintomas depois de perder sua virgindade’: MITOS e VERDADES sobre a virgindade feminina

Extração de dentes depois do tratamento do câncer: osteorradionecrosis e outras complicações potenciais
Extração de dentes depois do tratamento do câncer: osteorradionecrosis e outras complicações potenciais
Como acabar com o ronco a Noite?
Como acabar com o ronco a Noite?

Caso você tenha perdido recentemente a virgindade ou esteja pensando em tomar essa decisão. Pode ter algumas dúvidas a respeito dos sintomas que ocorrem depois de manter relações sexuais pela primeira vez. Vamos então desmentir os mitos e diferenciá-los dos fatos, especialmente tratando-se dos mitos e dilemas comuns à virgindade feminina.

Uma das dúvidas mais comuns está relacionada à dor, lesões ou sangramentos na primeira relação sexual. Esses e outros fatores podem dar a impressão de que o sexo seja algo estressante.  Mas nada como estar bem informada (o) sobre o que acontece com o seu corpo e com o corpo da pessoa com quem você está se relacionando para poder desfrutar de um sexo bacana e seguro.

A virgindade, quando se refere ao sexo, é um estado de nunca ter tido relações sexuais. Enfatizamos isto porque algumas mulheres tem dúvidas se podem perder a virgindade com objetos ou se o sexo oral é levado em consideração para perder a virgindade.

Apesar da maioria das mulheres nascerem com o hímen, e que especialmente a virgindade feminina ainda tenha um forte peso social, o sexo não é um estado físico especial, mas depende de uma relação. Por exemplo, nem todas as mulheres lésbicas tem relação com penetração, e isso não faz com que permaneçam virgens mesmo depois de já terem se relacionado com outras mulheres. Outro exemplo são as mulheres que nascem sem hímen, mas não deixam de ser virgens até que tenham uma relação sexual. Apesar desses exemplos, é importante notar que nem todas as pessoas concordam com este ponto de vista, pois a virgindade tem diversos conceitos e concepções de acordo com diferentes culturas. Pois mais do que um fenômeno físico, a virgindade é um conceito cultural.

O que acontece com o hímen? Perder a virgindade sempre causa sangramento?

O hímen é uma membrana que reveste a entrada da vagina, é diferente em cada mulher e pode ter todos os tipos de formatos.  Antigamente, e em alguns lugares ainda hoje, se esperava que o hímen se rompesse na primeira relação sexual, causando sangramento, como forma de provar a virgindade da mulher.

Mas o que ocorre na realidade é que alguns himens são tão elásticos que não se rompem, e algumas mulheres podem rompê-lo antes da primeira relação sexual com o uso de absorventes internos, praticando determinados esportes, ou até mesmo caindo em objetos afiados. De qualquer modo, as possibilidades de romper o hímen antes da primeira relação sexual são muitas. Sendo assim, nem todas as mulheres sangram e isso não significa que não sejam virgens e que esta não é a sua primeira experiência sexual.

O que acontece com o meu corpo depois de perder a virgindade?

Alguns dos sintomas relatados depois da primeira vez incluem: sentir-se “diferente”, aumento dos seios, mudança na aparência da genitália, maior fluxo vaginal, espinhas e até aumento de peso. Será que todos estes sintomas estão mesmo ligados à perda da virgindade?

Porque ocorrem estes sintomas físicos depois de perder a virgindade?

Na verdade, o que ocorre é que, na maioria dos casos, as mulheres perdem a virgindade no período da adolescência, quando muita coisa está acontecendo com o corpo na fase da puberdade. Esta fase inclui mudanças físicas como o desenvolvimento das mamas, secreção vaginal, acne, aumento de peso etc. e é muito comum que esses sintomas sejam interpretados como resultantes da primeira relação sexual.

O que acontece com o corpo depois de perder a virgindade está basicamente relacionado à excitação sexual. Quando as mulheres estão excitadas aumentam o fluxo do sangue para a vulva e vagina causando um leve inchaço na genitália, aumento do seio de até 25%, e aumentam a produção da secreção vaginal.

 

Qual a possibilidade desses sintomas estarem relacionados com sintomas de gravidez?

Caso você tenha tido relação sexual sem proteção (camisinha foi outra forma de proteção), pode ser que alguns dos sintomas que você esteja sentindo, de fato podem estar associados a uma possível gravidez.  Confira quais são os sintomas que podem ocorrer na primeira gravidez.

Se você ainda não perdeu a virgindade, mas está pensando neste assunto, considere o seguinte:

  • A ideia de que não se pode engravidar na primeira relação é um MITO, então não deixe de se prevenir.
  • Na adolescência é muito comum que a sua ovulação seja bastante irregular, dificultando prever quais são os dias férteis. Prefira pensar que engravidar é sempre uma possibilidade, então, não negligencie utilizar os métodos de prevenção, especialmente a camisinha. Sem contar que existe a possibilidade de contrair doenças sexualmente transmissíveis, caso a pessoa tenha alguma.
  • Em último caso (apesar de não ser o recomendado) em caso de relação sexual sem proteção, a pílula do dia seguinte pode agir dentro de até 72 horas depois do sexo. Mas o ideal é tomar o quanto antes. Outra forma de prevenção pós-exposição às doenças é a PEP (Profilaxia Pós-Exposição) que são medicamentos antirretrovirais de prevenção contra o HIV que devem ser tomados sob prescrição médica em até 72 horas por 28 dias consecutivos, sem interrupções.

 Quais são os sintomas psicológicos depois de perder a virgindade?

A primeira relação sexual pode ser uma experiência muito forte e profunda, cheia de novas emoções e sensações, e  alguns dos sintomas físicos podem ser resultado dessas novidades.

Se a relação foi uma experiência saudável e agradável, com alguém que você confia e se sinta bem, é possível que seu corpo esteja enfrentando o aumento da produção da oxitocina, conhecida como o hormônio da felicidade. Ou seja, você pode estar experimentando uma boa relação a dois.