""
""
Policitemia: Alto níveis de globulos vermelhos, são sinais de doença? ➜ 【julho 2018】

Policitemia: Alto níveis de globulos vermelhos, são sinais de doença?

""
Operação da hérnia: recuperação após a cirurgia de hérnia
Operação da hérnia: recuperação após a cirurgia de hérnia
Como melhorar a memória: 10 conselhos muito simples
Como melhorar a memória: 10 conselhos muito simples
Policitemia: Alto níveis de globulos vermelhos, são sinais de doença?

Policitemia: Alto níveis de globulos vermelhos, são sinais de doença?

Ter uma alta contagem de glóbulos vermelhos, nem sempre indica o melhor. Em uma condição chamada de policitemia, uma alta contagem de glóbulos vermelhos leva a doenças graves, por vezes mortais.

Policitemia: Altos níveis de glóbulos vermelhos são um sinal de doença?

Francisco recebeu uma ligação inesperada alguns dias após a consulta com seu médico para um exame físico anual.
O laboratório solicitou que ele retornasse para outra rodada de análises de sangue. Seu sangue era muito grosso para testar. Sua alta contagem de glóbulos vermelhos era muito alta para medir.
Francisco, então, suspeitou que o seu sangue poderia ter estado mais viscoso durante a análise porque estava desidratado.

Francisco e seu marido eram ávidos jogadores de golfe, mas no fim-de-semana passado ele voltou para a casa do clube depois do sétimo buraco. Estava cansado demais para terminar a rodada. Suas pernas lhe doíam tanto que conduziu seu carrinho de golfe até a porta do clube.
Francisco também tinha sentido coceira. Não tinha uma erupção, mas ele coçava o tempo todo. Ele pensou que poderia ser uma alergia. Tinha visão turva, também, mas Francisco pensou que talvez o comichão nos seus olhos se deviam a poeira e pólen.
A segunda rodada de análise de sangue voltou com um diagnóstico muito diferente. Francisco, assim como cerca de 100.000 pessoas na América do Norte, tinha sido diagnosticado com uma condição chamada de policitemia.

O que é a policitemia?

A policitemia é uma condição na qual a medula óssea produz muitas células sanguíneas. Policitemia vera é a policitemia “verdadeira”, causada por uma anomalia das células-mãe da medula óssea, como reação a uma grande altitude ou má circulação. Uma contagem de glóbulos vermelhos extremamente alto é o selo desta condição.
A policitemia vera pode atingir homens e mulheres de todas as idades. Porém, é mais comum entre os homens, no entanto, geralmente é diagnosticada após os 60 anos, apesar de que algumas pessoas podem ser diagnosticadas com a doença ainda na adolescência A superprodução de glóbulos vermelhos produz um “sangue de lama”, que leva a uma variedade de sintomas relacionadas à polissemia, são eles:

Desmaio ou sensação de desmaio;                                                                                                                          Falta de ar;                                                                                                                                                                  Sons nos ouvidos(zumbido)                                                                                                                                    Distúrbios visuais, às vezes com enxaqueca, às vezes com uma condição chamada amaurosis fugax, na qual o fluxo sanguíneo lento para a retina dá lugar à perda de “manchas” de visão como uma cortina de plástico que cai sobre o campo de visão; Prurido, sem erupção;
Dor no peito (angina);
Dor nas pernas (claudicação).

À medida em que a doença progride, com o tempo, muitas vezes há dor abdominal, febre, perda de peso e déficit de atenção. Muitas vezes, há mudanças na pele. O excesso de glóbulos vermelhos e os altos níveis de hemoglobina pode fazer com que a pele fique excepcionalmente vermelha. Mas outras doenças também podem interferir com a circulação a ponto de fazer com que a pessoa fique com uma aparência fantasmagórica de tão pálida. As pessoas que têm policitemia vera costumam ter uma qualidade de vida inferior até mesmo em relação às pessoas que desenvolvem leucemia ou linfoma.
Quando o sangue é extremamente grosso, pode chegar a causar um ataque cardíaco, um acidente vascular cerebral ou trombose venosa profunda, por vezes fatal.

Qual o tratamento da policitemia vera?

Para quase todos os casos que são diagnosticados com policitemia vera, é solicitado que se tome (81 mg) de aspirina infantil todos os dias, afim de prevenir ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

Outra indicação de tratamento, em grande parte dos casos, também é a terapia de drenagem no sangue. Alguns pacientes mais velhos que possuem doença cardiovascular não podem recorrer à flebotomia porque tendem a desmaiar no final, devido a um processo chamado de hipotensão ortostática. Poderá ser administrada uma solução salina para substituir o sangue que se retira, ou o tratamento pode ser com medicamentos.
Em muitos casos de policitemia vera, é administrado um medicamento chamado hidroxiurea (HU) para diminuir a produção de glóbulos vermelhos.

Pode ser um desafio importante lidar com os efeitos secundários:
Perda de cabelo
Erupções
Aumento de peso
Dor de barriga
Vómitos
Prisão de ventre
Diarreia
Desmaio ou sensação de desmaio
Sonolência
Dor de cabeça

Todos esses, são efeitos secundários comuns do fármaco. Sabendo que a HU interfere na fertilidade da mulher, algumas mulheres que têm policitemia podem optar fazer o  tratamento com interferon.
No entanto, o interferon tem ainda mais efeitos colaterais que HU. Comumente causa sintomas semelhantes aos da gripe. Pode causar fadiga marcada, pode haver danos no fígado. Os tratamentos com interferon também são extremamente caros. No entanto, as mulheres que querem ter bebês no futuro costumam tomar interferon para preservar a fertilidade. Ainda assim, os tratamentos de fertilidade podem ser necessários.

O que você pode fazer para manter a qualidade de vida, se tem policitemia?

As coisas mais importantes que você poderá fazer para manter a melhor qualidade de vida possível se tem policitemia são muito simples. Tome a aspirina infantil, devidamente receitada pelo médico. Se você tem pressão arterial alta, mantenha-a sob estreito controle. Se você tem colesterol alto, prefira a estatina.
A estatina não é realmente para o seu colesterol, mas sim para prevenir a inflamação que pode preceder a um ataque do coração ou um derrame cerebral. Caso você também tenha diabetes, mantenha os níveis de açúcar no sangue sob controle, o melhor que puder.
Certifique-se de que o seu médico de atenção básica saiba que você precisa de monitoramento para níveis mais altos de glóbulos vermelhos no sangue, níveis elevados de hemoglobina e maiores níveis de fator de coagulação que requerem tratamento imediato.
Algumas das pessoas que têm policitemia, eventualmente, podem desenvolver cânceres do sangue e osso. É mais provável que o câncer seja detectado em um estágio mais precoce e mais fácil de tratar. Pode haver um momento em que a policitemia torna-se curável, mas durante várias décadas, você pode achar que é sobrevivente, mas com uma atenção cuidadosa à sua rotina diária, poderá ter muitos dias para aproveitar a sua vida.