""
""
Bula Nistatina Creme Vaginal ➜ 【julho 2018】

Bula Nistatina Creme Vaginal

""
Bula Desonida
Bula Desonida
Bula Dropropizina
Bula Dropropizina
Bula Nistatina Creme Vaginal

Bula Nistatina Creme Vaginal

Apresentação de Nistatina Creme Vaginal

Creme vaginal 100.000 UI – bisnaga contendo 60 g com aplicador.
USO ADULTO – USO GINECOLÓGICO
COMPOSIÇÃO
Cada 4 g (um aplicador cheio) de creme contém:
nistatina ………………………………………………………….. 100.000 UI
veículo q.s.p. …………………………………………………………….. 4,0 g
(metilparabeno, propilparabeno, propilenoglicol, cera emulsificante não iônica, edetato de sódio, petrolato branco e água deionizada).
________________________________________________________________________________________
Creme Vaginal 25.000 UI:
Embalagem contendo bisnaga com 50 g acompanhada de 1 ou 10 aplicadores. Embalagem contendo bisnaga com 60 g acompanhada de 1 ou 14 aplicadores. Embalagem contendo 25 bisnagas com 50 g ou 60 g acompanhado de 25 aplicadores.
USO ADULTO – USO INTRAVAGINAL
Fórmula de composição:
Cada g do creme vaginal contém:
nistatina …………………………………………………………………………………..25.000 UI
excipiente* q.s.p. ………………………………………………………………………1 g
* álcool cetoestearílico, oleato de decila, edetato dissódico di-hidratado, álcool cetoestearílico etoxilado, fosfato de sódio dibásico, glicerol, propilparabeno, metilparabeno, simeticona, água purificada

Informações sobre Nistatina Creme Vaginal

A nistatina tem ação fungistática e fungicida “in vitro” contra uma grande variedade de leveduras e fungos leveduriformes. O mecanismo de ação da nistatina se dá através da ligação aos esteroides existentes na membrana celular dos fungos susceptíveis, com resultante alteração na permeabilidade da membrana celular e consequente extravasamento do conteúdo citoplasmático. Em subculturas de repetição com níveis crescentes de nistatina, a Candida albicans não desenvolve resistência à nistatina. Geralmente não se desenvolve resistência à nistatina durante o tratamento. A nistatina não apresenta atividade contra bactérias, protozoários ou vírus.

Indicações de Nistatina Creme Vaginal

A Nistatina Creme Vaginal é indicada para o tratamento de candidíase vaginal (monilíase).

Contra-indicações de Nistatina Creme Vaginal

É contraindicado nas pacientes com história de sensibilidade à nistatina ou a qualquer um dos componentes contidos na fórmula. O produto não deve ser usado para o tratamento oral, tópico ou em infecções oftálmicas.

Uso na gravidez de Nistatina Creme Vaginal

Não houve relatos de que o uso de nistatina via vaginal por mulheres grávidas aumente o risco de anormalidades fetais ou que afete o crescimento posterior, o desenvolvimento e a maturação funcional da criança. O uso de Nistatina Creme Vaginal só deve ser prescrito pelo médico, que estabelecerá se os benefícios para a mãe justificam o potencial risco para o feto.

Interações medicamentosas de Nistatina Creme Vaginal

Não há relatos de interações da Nistatina Creme Vaginal com outros medicamentos.

Efeitos Colaterais de Nistatina Creme Vaginal

A nistatina é bem tolerada mesmo em terapia prolongada. Foram relatados casos de irritação e sensibilidade, incluindo sensação de queimação e prurido. Não existem referências sobre alterações relevantes de exames laboratoriais após utilização adequada de Nistatina Creme Vaginal.

Posologia de Nistatina Creme Vaginal

A Nistatina Creme Vaginal é apresentada em bisnaga de alumínio acompanhada de aplicador com capacidade de 4 g. Geralmente uma aplicação diária (um aplicador cheio) durante 14 dias é o suficiente. Em casos mais graves quantidades maiores (2 aplicadores cheios) poderão ser necessárias, dependendo da duração do tratamento, da resposta clínica e laboratorial. As aplicações não deverão ser interrompidas durante o período menstrual.