Bula Megestat

Bula Diclostir
abril 29, 2017
Bula Ciclofemme
abril 29, 2017

Apresentação de Megestat

Megestat 160mg comprimidos é apresentado em frasco com 30 comprimidos
sulcados.
USO ADULTO

Indicações de Megestat

Megestat (acetato de megestrol) comprimidos está indicado no tratamento paliativo do carcinoma avançado de mama e de endométrio (isto é, doença recorrente, inoperável ou metastática). Não deve ser empregado no lugar de procedimentos já aceitos, tais como cirurgia, radioterapia ou quimioterapia.

Contra-indicações de Megestat

É contra-indicado em pacientes com histórico de hipersensibilidade ao acetato de megestrol ou a qualquer componente da formulação, assim como para teste diagnóstico de gravidez.

Interações medicamentosas de Megestat

Não são conhecidas informações sobre interações com outros medicamentos ou alimentos.

Efeitos Colaterais de Megestat

Aumento de Peso
O aumento de peso é um efeito colateral freqüente do Megestat quando usado em pacientes com câncer de mama ou endométrio. Este aumento tem sido associado ao aumento de apetite, este é o efeito que forma a base para o uso do acetato de megestrol em pacientes com anorexia ou perda de peso. O ganho de peso está associado com um aumento de gordura e de massa celular corpórea.
Fenômenos Tromboembólicos
Relata-se fenômenos tromboembólicos que incluem tromboflebite e embolia pulmonar (fatal em alguns casos).
Outras Reações Adversas
Náuseas e vômitos, edema, sangramento uterino espontâneo ocorrem em aproximadamente 1% a 2% dos pacientes. Também foram relatados dispnéia, dor, insuficiência cardíaca, hipertensão, fogachos, alteração do humor, faces cushingóide, exacerbação tumoral (com ou sem hipercalcemia), hiperglicemia, alopécia, síndrome do túnel de carpo, diarréia, letargia e erupções cutâneas. Também foram relatados constipação e frequência urinária nos pacientes que receberam altas doses de acetato de megestrol nos estudos clínicos. Anormalidades do eixo adrenal pituitário incluindo intolerância a glicose, princípio de novas diabetes, exacerbação de diabetes pré-existente com diminuição da tolerância a glicose e síndrome de cushing foram relatadas com o uso de acetato de megestrol. Raramente registrou-se insuficiência adrenal clinicamente aparente nos pacientes, logo após a descontinuação do acetato de megestrol. A possibilidade de supressão adrenal deve ser considerada em todos os pacientes que estejam recebendo ou descontinuando terapia crônica com acetato de megestrol. Doses de reposição de glicocorticóides podem ser indicadas.

Posologia de Megestat

Carcinoma de Mama: 160 mg/dia (em dose única ou fracionada). Carcinoma de Endométrio: 40 a 320 mg/dia (em dose única ou fracionada). O período considerado adequado para se determinar a eficácia do Megestat é de pelo menos dois meses de tratamento contínuo.