Bula Megalotect

Bula Metronidazol
abril 28, 2017
Bula Ginbiloba
abril 28, 2017

Apresentação de Megalotect

sol. inj.: Amp. c/ 5ml, 10ml, 20ml e fr. para infusão c/ 50ml. 1ml da sol. contém: Proteína 100mg (dos quais a imunoglobulina humana representa 95%).

Indicações de Megalotect

Profilaxia das infecções por citomegalovírus em pacientes imunodeficientes e imunocomprometidos (imunossupressão), especialmente os receptores de transplantes. Terapia da síndrome de citomegalovírus, já existente em pacientes imunocomprometidos, por exemplo, prematuros, neonatos, imunossupressão por medicamento ou imunodeficiência causada por outros motivos, tais como Aids.

Contra-indicações de Megalotect

Megalotect biotest é contra-indicado em pacientes que sejam intolerantes à imunoglobulina humana como, por exemplo, os pacientes portadores de deficiências patológicas de imunoglobulina G ou imunoglobulina A.

Efeitos Colaterais de Megalotect

Foram registrados efeitos colaterais durante ou após a administração de Megalotect biotest, dentre os quais aumento de temperatura, reações cutâneas ou fenômenos de intolerância geral que, em raros casos, levaram ao choque. Providências imediatas a serem tomadas em caso de reações de intolerância segundo as recomendações do Wissenschaftlicher Beirat Der Bundesärztekammer (Comitê Consultivo Científico do Conselho Federal de Medicina) para tratamento de reações adversas em transfusão (Dtsch. Arzteblatt no 25, datado de 24/06/1983).

Posologia de Megalotect

Ressalvando-se prescrição diversa, aplicam-se as seguintes instruções: Profilaxia de infecções por CMV em pacientes imunodeficientes e imunocomprometidos: Pelo menos 1ml por quilo de peso corporal deverá ser administrado em dose única. Os receptores de órgãos em processo de imunossupressão devem receber a primeira dose no dia do transplante. Os receptores de transplante de medula óssea devem receber essa dose na véspera do transplante. No total devem ser administradas pelo menos 6 doses únicas a intervalos de três semanas. Outros pacientes em processo de imunossupressão devem receber uma única dose de três em três semanas. O número de doses únicas depende do estado do sistema imunológico e, se for o caso, da duração da quimioterapia intensiva. Terapia de infecções por CMV: Devem ser administrados, no mínimo, 2ml por quilo de peso corporal em dose única de dois em dois dias, até que os sintomas desapareçam. Obtiveram-se bons resultados com uma dose de 4ml por quilo de peso corporal nos dias 0, 4 e 8, seguida de 2ml por quilo de peso corporal nos 12o e 16o dias (Blacklock, H.A. et al, Lancet II (1985 152-153).