""
""
Bula Fenergan Expectorante Adulto ➜ 【julho 2018】

Bula Fenergan Expectorante Adulto

""
Bula Meloxil
Bula Meloxil
Bula Aziram
Bula Aziram
Bula Fenergan Expectorante Adulto

Bula Fenergan Expectorante Adulto

Apresentação de Fenergan Expectorante Adulto

Xarope 1,13 mg/mL + 9,00 mg/mL: frasco com 100 mL.

Indicações de Fenergan Expectorante Adulto

Este medicamento é destinado ao tratamento sintomático de todos os distúrbios ou alergias das vias aéreas superiores. Os princípios ativos de FENERGAN EXPECTORANTE possuem as seguintes ações:
-A prometazina: atua como antiespasmódico, dilatando os bronquíolos, e como descongestionante e anestésico da mucosa respiratória;
-O sulfoguaiacol: tem ação expectorante.

Contra-indicações de Fenergan Expectorante Adulto

FENERGAN EXPECTORANTE é contraindicado para uso por pacientes com conhecida hipersensibilidade à prometazina ou a outros derivados fenotiazínicos, ou a qualquer componente da fórmula. Também é contraindicado aos portadores de discrasias sanguíneas ou com antecedentes de agranulocitose com outros fenotiazínicos, aos pacientes com risco de retenção urinária ligada a distúrbios uretroprostáticos e aos pacientes com glaucoma de ângulo fechado.
FENERGAN EXPECTORANTE não deve ser utilizado em associação ao álcool e sultoprida (Ver item Interações Medicamentosas).
FENERGAN EXPECTORANTE está contraindicado durante o aleitamento (Ver item Advertências e Precauções).
Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos de idade (ver item “Advertências e Precauções”).

Interações medicamentosas de Fenergan Expectorante Adulto

Medicamento-álcool
Associações desaconselhadas:
A associação com álcool aumenta os efeitos sedativos dos anti-histamínicos H1. A alteração da vigilância pode tornar perigosa a condução de veículos e operação de máquinas. Por isso recomenda-se evitar a ingestão de bebidas alcoólicas e de medicamentos contendo álcool durante o tratamento.
Medicamento-medicamento
Associações desaconselhadas:
A associação com sultoprida apresenta um risco maior de alterações do ritmo cardíaco ventricular, por adição dos efeitos eletrofisiológicos.
Associações a serem consideradas:
A ação sedativa da prometazina é aditiva aos efeitos de outros depressores do SNC, como derivados morfínicos (analgésicos narcóticos e antitussígenos), barbitúricos, metadona, clonidina e compostos semelhantes, sedativos, hipnóticos, antidepressivos tricíclicos e ansiolíticos. Portanto, estes agentes devem ser evitados ou, então, administrados em doses reduzidas a pacientes em uso de prometazina.
A associação com atropina e outras substâncias atropínicas (antidepressivos imipramínicos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos atropínicos, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos) pode resultar em efeitos aditivos dos efeitos indesejáveis atropínicos como a retenção urinária, constipação intestinal e secura da boca.
Evitar o uso com IMAO, pois estes prolongam e intensificam os efeitos anticolinérgicos da prometazina (secura da boca, dilatação da pupila, aumento dos batimentos cardíacos).

Efeitos Colaterais de Fenergan Expectorante Adulto

Reação muito comum (> 1/10). Reação comum (> 1/100 e 1/1.000 e 1/10.000 e As reações adversas são originadas das propriedades farmacológicas da prometazina e podem, ou não, estar relacionadas com a dose administrada.
Algumas reações indesejadas foram observadas com o uso de FENERGAN Expectorante. São elas:
Efeitos neurovegetativos:
-Sedação ou sonolência, mais acentuada no início do tratamento.
-Efeitos anticolinérgicos do tipo secura da boca e de outras mucosas, constipação, alterações da acomodação visual, midríase, palpitações, risco de retenção urinária.
-Bradicardia ou taquicardia, aumento ou diminuição da pressão arterial (mais comum com a forma injetável), hipotensão ortostática.
-Alterações do equilíbrio, vertigens, diminuição de memória ou da concentração.
-Sintomas extrapiramidais. Falta de coordenação motora, tremores (mais frequentemente no indivíduo idoso).
-Raramente foram descritos casos de discinesia tardia após administração prolongada de certos anti-histamínicos.
-Tontura. Confusão mental e alucinações.
-Mais raramente, efeitos do tipo de excitação: agitação, nervosismo, insônia.
-Raramente náuseas e vômitos.
Reações de sensibilização:
-Eritema, eczema, púrpura.
-Edema, mais raramente edema de Quincke.
-Choque anafilático.
-Fotossensibilização.
-Foram relatados casos muito raros de reações alérgicas, incluindo urticária, erupção cutânea, prurido e anafilaxia.
Efeitos hematológicos:
-Leucopenia, neutropenia, e excepcionalmente agranulocitose.
-Trombocitopenia.
-Anemia hemolítica.
Recomenda-se um controle regular da crase sanguínea nos 3 ou 4 primeiros meses de tratamento.
Distúrbios do sistema nervoso:
– Frequência desconhecida: Síndrome Neuroléptica Maligna
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Posologia de Fenergan Expectorante Adulto

A dose recomendada para uso adulto é de 1 ou 2 colheres das de chá (5 mL ou 10 mL a cada 2 ou 3 horas). Para alívio das tosses de predominância noturna, basta, em geral, uma dose de 2 colheres das de chá (10 mL) ao deitar-se.
Este medicamento deve ser administrado por via oral.
Não há estudos dos efeitos de FENERGAN EXPECTORANTE administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral, conforme recomendado pelo médico.