Bula Deprozol

Bula Hipernolol
abril 29, 2017
Bula Pantodex
abril 29, 2017

Apresentação de Deprozol

Comprimido revestido 1000 mg : embalagens com 2 ou 4 comprimidos.

Indicações de Deprozol

Este medicamento é destinado ao tratamento de: giardíase; amebíase intestinal sob todas as formas; amebíase hepática; tricomoníase.

Contra-indicações de Deprozol

Este medicamento é contraindicado em casos de:
•hipersensibilidade aos derivados imidazólicos ou a qualquer componente do produto (vide Reações Adversas);
•suspeita de gravidez e nos três primeiros meses desta;
•aleitamento.
Não há contraindicação relativa a faixas etárias.
Categoria de risco de gravidez (1º trimestre gestacional): D – Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Informe imediatamente seu médico ou cirurgião-dentista em caso de suspeita de gravidez.

Interações medicamentosas de Deprozol

Medicamento-medicamento
Associações desaconselháveis:
– dissulfiram: risco de surto delirante, estado confusional;
Evitar a ingestão de medicamentos contendo álcool durante o tratamento com secnidazol.
Associações que necessitam precaução de uso:
– anticoagulantes orais (descrito com a varfarina): aumento do efeito anticoagulante e do risco de sangramento por diminuição do metabolismo do fígado.
Recomendam-se controles frequentes da taxa de protrombina e adaptação posológica dos anticoagulantes orais durante o tratamento com secnidazol e até 8 dias após o seu término.
Medicamento-substância química, com destaque para o álcool
Associações desaconselháveis:
Álcool: calor, vermelhidão, vômito, taquicardia.
Deve-se evitar a ingestão de bebidas alcoólicas durante o tratamento com Deprozol e por até 4 dias após o seu término.
Medicamento-exame laboratorial e não laboratorial
-discrasias sanguíneas caracterizadas por anormalidades hematológicas podem ser identificas com o uso de secnidazol;
-secnidazol pode acarretar a elevação de ureias nitrogenadas

Efeitos Colaterais de Deprozol

Reação muito comum (> 1/10). Reação comum (> 1/100 e ? 1/10).
Reação incomum (> 1/1.000 e ? 1/100). Reação rara (> 1/10.000 e Reações de hipersensibilidade (febre, eritema, urticária, angioedema e reação anafilática) (vide “Contraindicação”).
Podem ocorrer raramente reações desagradáveis como:
-distúrbios digestivos: náuseas, gastralgia, alteração do paladar (gosto metálico), glossites e estomatites;
-erupções urticariformes;
-leucopenia moderada, reversível com a suspensão do tratamento;
Podem ocorrer muito raramente: vertigens, fenômenos de incoordenação e ataxia, parestesias, polineurites sensitivomotoras.
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Posologia de Deprozol

Deprozol deve ser administrado com líquido, por via oral, em uma das refeições, preferencialmente à noite, após o jantar.

INDICAÇÕESADULTOS

TricomoníaseDose única de 2 comprimidos de 1000 mg (2000 mg); a mesma dose é recomendada para o cônjuge

Amebíase intestinal2 comprimidos de 1000 mg (2000 mg), em dose única.

Amebíase hepática1,5 g/dia a 2,0 g/dia durante 5 a 7 dias
Não há estudos dos efeitos de secnidazol administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral.
Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.