Bula Calfolin

Bula Naprox
abril 29, 2017
Bula Longacilin
abril 29, 2017

Apresentação de Calfolin

15mg: Cart. fr. c/ 10. 3mg/ml sol. inj.: cart. c/ 6 amp. de 1ml. 50mg pó inj.: Cart. fr. de 94mg.

Contra-indicações de Calfolin

O folinato de cálcio não está recomendado no tratamento da anemia perniciosa nem de outros estados anêmicos megaloblásticos secundários de deficiência da vitamina B12, pois pode produzir uma remissão hematológica, ao mesmo tempo em que as manifestações neurológicas continuam progredindo.

Efeitos Colaterais de Calfolin

Reações de hipersensibilidade, tais como rash cutâneo, urticária, prurido ou reações alérgicas podem ocorrer.

Posologia de Calfolin

Adultos: Antídoto (dos antagonistas do ácido fólico): Metotrexato: Administrar em uma dosagem suficiente para produzir concentrações sangüíneas iguais ou maiores que as concentrações sangüíneas do metotrexato. Em geral, recomenda-se administrar a primeira dose do folinato de cálcio nas primeiras 24 e 48 horas para compensar as doses elevadas de metotrexato (no prazo de 1 hora em caso de superdosagem), c/ uma dosagem que produza concentrações sangüíneas iguais ou superiores às concentrações sangüíneas de metotrexato (o folinato de cálcio em doses de 15 a 25mg por m2 de superfície corpórea produz uma concentração plasmática máxima de aproximadamente 1 micromolar ou 1 x 10-6m). A duração da administração do folinato de cálcio varia segundo as doses de metotrexato e as concentrações plasmáticas que se obtêm (incluindo a taxa de eliminação); em geral continua-se administrando folinato de cálcio, desde que a concentração de metotrexato decresça a nível inferior a 5 x 10-6m. Doses superiores a 25mg devem ser administradas por via parenteral. Pirimetamina ou trimetoprima: Prevenção: De 400mcg (0,4mg) a 5mg (base) c/ cada dose do antagonista do ácido fólico. Tratamento: De 5 a 15mg (base) ao dia. Antianêmico: Anemia megaloblástica secundária à deficiência de folinato: 1mg (base) ao dia. Crianças: Devem ser seguidas as recomendações de posologia, c/ base na avaliação de superfície corporal, conforme descrito para adultos. Em pacientes c/ acidúria, ascite, desidratação, obstrução gastrintestinal, disfunção renal ou derrame pleural ou peritoneal pode ser necessário um tratamento c/ folinato de cálcio em doses maiores e/ou de maior duração, devido à excreção mais lenta de metotrexato, e ao mesmo tempo em que demora é maior para reduzir a concentração plasmática de metotrexato a níveis não-tóxicos (menor que 5 x 10-6m). Recomenda-se que a duração da administração de folinato de cálcio nestes pacientes se fundamente em determinação de metotrexato no plasma. Para não interferir nos efeitos antineoplásicos do metotrexato é melhor que a administração de folinato de cálcio seja consecutiva, não simultânea c/ a administração do metotrexato. O folinato de cálcio tem sido administrado simultaneamente c/ a pirimetamina e a trimetoprima por via oral ou intramuscular, sem problemas, e doses que variam de 400mcg (0,4mg) a 5mg, para evitar a anemia megaloblástica devido a doses elevadas destes medicamentos.