Bula Albicon ➜ 【setembro 2018】

Bula Albicon

Apresentação de Albicon

Pó para uso tópico.
Cada grama contém 0,006 g de benzocaína, 0,884 g de bicarbonato de sódio e 0,11 g de clorato de potássio.
Frasco plástico contendo 20 g de pó.

Indicações de Albicon

Este medicamento é indicado no tratamento de aftas, gengivites, estomatites, candidíase oral e na profilaxia do tártaro dentário.

Contra-indicações de Albicon

Albicon® não deve ser utilizado em pacientes que apresentam hipersensibilidade a qualquer dos componentes da fórmula.
Albicon® não deve ser usado em lesões extensas, nem em tratamentos prolongados.

Interações medicamentosas de Albicon

Por ser um medicamento de aplicação tópica, com potencial de absorção sistêmica baixo, as interações medicamentosas ou alimentares são improváveis. Até o momento, não existem relatos de incompatibilidade com outros medicamentos, substâncias ou alimentos durante o uso do medicamento, podendo ser associado a antimicóticos ou corticosteroides tópicos, quando necessário.
Tem sido reportado que anestésicos locais que são derivados do PABA (benzocaína, procaína e tetracaína) podem antagonizar a atividade antibacteriana das sulfonamidas.

Efeitos Colaterais de Albicon

Não foram relatadas até o momento reações adversas ao uso do medicamento, não sendo possível determinar a intensidade e frequência destas reações.
Pode ocorrer uma sensação de ardência no momento da aplicação que desaparece alguns minutos depois, não necessitando a interrupção do tratamento.
A aplicação de grande quantidade deste medicamento pode causar absorção significativa em crianças, seguida de anestesia da faringe, e aumentar o risco de toxicidade à benzocaína. Têm sido observados casos de metemoglobinemia, após a aplicação tópica de benzocaína, especialmente em crianças. A benzocaína pode produzir também dermatite alérgica e alteração no paladar.
Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária
– NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm , ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Posologia de Albicon

O medicamento deve ser aplicá-lo diretamente sobre as lesões (aftas, gengivites, estomatite ou candidíase) ou pode-se fazer gargarejos ou bochechos.
Albicon® é um medicamento para uso tópico, e ele não deve ser ingerido. A ingestão deste medicamento pode causar desde irritação gastrintestinal até os sinais e sintomas descritos no item 10 “Superdose”. Assim, se o paciente ingerir acidentalmente este medicamento, deve procurar um médico ou um centro de intoxicação imediatamente.
Posologia
Aplicar topicamente sobre as lesões uma pequena quantidade do pó de Albicon®, de 8 em 8 horas (3 vezes ao dia), após as refeições, ou, no caso de crianças, após as mamadas.
Em casos de uso em gargarejos ou bochechos, dissolver uma colher de café (2,5 mL) do pó de Albicon® em meio copo de água.
Nas gengivites e para a remoção de manchas de tártaro ou de nicotina, dissolver uma colher de café (2,5 mL) do pó de Albicon® em um copo de água e escovar os dentes.
Os tratamentos não devem ser prolongados.
O limite máximo diário de administração tópica é de 3 doses de Albicon®.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM